skip to Main Content
Livros Em Quadrinhos

Entre no universo dos livros em quadrinhos

Se quando ouve falar de livros em quadrinhos você ainda pensa apenas nos super-heróis ou nas histórias infantis, chegou a hora de ampliar os seus horizontes! As HQs ou, ainda, Graphic Novels, estão circulando muito bem no meio literário, abordando os mais diversos assuntos e trazendo ainda mais cor e arte para as estantes dos mais apaixonados.

Continue lendo este texto para conferir 10 indicações que vão desde obras de não-ficção até a adaptação de grandes clássicos da literatura, passando por literatura jovem e abordando temas que incentivam a reflexão.

1. Maus

Uma das obras em quadrinhos mais famosas do mundo, a história de Art Spiegelman utiliza da metalinguagem para retratar um longo processo de entrevistas que o próprio escritor e ilustrador faz com seu pai, um judeu polonês que enfrentou as agruras do período do holocausto.

Em sua criação, ele escolhe grupos de animais para alegorizar a história. Os nazistas são gatos, os judeus são ratos e os poloneses são porcos. A proposta é genial e só deixa a sua mensagem ainda mais forte: por mais que comparados com bichos, todos os personagens envolvidos em uma guerra são e sempre serão demasiadamente humanos — ou por acaso já ouvimos falar de um conflito atroz como esse orquestrado por animais?

Desconto Maus

2. Fun Home

Neste livro sensível e potente, a quadrinista Alison Bechdel conta uma delicada história de família com foco em seu pai, um gay que nunca saiu do armário e morreu em condições que poderiam indicar suicídio. Ela, lésbica, utiliza então dos casos tragicômicos da família para retratar a intensidade dos microcosmos relacionais e mostrar como seres humanos são complexos e cheios de camadas.

O título, que foi mantido no original na versão brasileira, propõe um jogo interessante, já que Fun Home, em tradução literal, significaria “casa divertida” — mas, no caso, faz referência também ao fato de que o empreendimento do pai de Alison era uma funerária. Seria, a vida de qualquer família, essa sucessão de comédias e mortes, sejam elas literais ou metafóricas? 

3. Persépolis

Temos aqui mais uma HQ autobiográfica que fala, dessa vez, sobre a experiência de ser uma menina oriunda de uma família politizada que, aos dez anos de idade, assistiu à ascensão de um regime ditatorial extremamente conservador em seu país, o Irã. Já na idade adulta, depois de ter passado anos na Europa e retornando à sua terra natal, Marjane narra o turbilhão de emoções que foi crescer e se reconhecer enquanto indivíduo e enquanto mulher em meio a todo esse rebuliço.

O traço e a história contada pela autora são tão cativantes que você facilmente se pega naquela de “vou ler só mais um capítulo” antes de dormir e, quando menos perceber, já leu o livro inteirinho.

4. Nimona

Chegou a hora de dar uma pausa nas histórias reais para ler uma ficção simplesmente deliciosa! Em Nimona nós temos uma subversão das clássicas narrativas de super-herói e conhecemos uma adolescente metamorfa que sonha em ser… uma grande vilã! 

Ela vai fazer de tudo para ser contratada como assistente do maior vilão do pedaço e lutar ao seu lado e, enquanto acompanhamos suas divertidíssimas trapalhadas, recebemos uma aula de política que pode ser simples, mas jamais simplória, sendo obrigados a refletir sobre quem são os verdadeiros vilões e mocinhos da nossa sociedade.

O livro é um jovem adulto capaz de cativar qualquer leitor mais velho, que vai devorar a obra e ficar com gostinho de quero mais.

5. Retalhos

Aqui temos mais uma autobiografia tocante e delicada, que nos faz sair do microcosmo de seu narrador para pensar em assuntos universais como relacionamentos amorosos, família e fé — e como aprendemos a lidar com todas essas questões.

Craig Thompson, o escritor, relata a sua própria história em uma versão em quadrinhos do clássico romance de formação, partindo da infância até o início da vida adulta em uma cidade conservadora do interior dos Estados Unidos. Ele constrói uma visão de mundo que é totalmente remexida quando ele conhece Raina, a garota que é praticamente o seu oposto e com quem ele vai aprender maneiras completamente diferentes de enxergar a vida.

6. Pílulas Azuis

Em Pílulas Azuis encontramos mais uma delicada história de não-ficção que, para além de suas particularidades, nos faz refletir sobre a vida, o amor e a morte. Nela, o autor Frederik Peeters nos conta sobre seu relacionamento com Cati, desde o primeiro encontro até o momento em que, alguns anos depois, eles finalmente se envolvem e ela revela que ela e o filho pequeno são soropositivos. 

Como se dá o amor e as relações sexuais entre um casal de sorologias diferentes? Qual é o peso que o medo da contaminação e o diagnóstico de uma doença incurável podem trazer para esse relacionamento? O quanto isso reflete nas pessoas que estão em volta? Para além disso, como se dá o crescimento de uma criança que já nasce com esse “rótulo” escrito na testa? 

7. Aurora nas sombras

Nessa fantasia onírica criada por Fabien Vehlmann e ilustrada por Kerascoët, acompanhamos pequenos seres que precisam sair de sua zona de conforto e do único mundo que conhecem e habitam para adentrar um lugar completamente diferente: o nosso mundo. Até então eles moravam dentro de Aurora, uma menininha cujo cadáver agora jaz estirado em uma floresta. 

A obra, ao mesmo tempo sombria e poética, nos faz um convite a refletir sobre o mundo que nos rodeia e a complexidade das ações dos seres humanos — tudo isso por meio de ilustrações belíssimas que não vão te deixar desgrudar das páginas.

8. Repeteco

E se você tivesse a chance de reviver aquele dia em que tudo deu errado e prestar mais atenção nos seus atos e escolhas, aceitaria? Em Repeteco conhecemos Katie, cuja vida vai muito bem até o dia em que muitas coisas ruins acontecem ao mesmo tempo e ela recebe a chance de começá-lo de novo e… corrigir esses erros? Mas onde será que esses erros nos levaram? Mudar o passado em nossa trajetória não nos tiraria de onde conseguimos chegar hoje?

É esse tipo de reflexão que faz Bryan Lee O’Malley, nome que também está por trás da famosa série de quadrinhos Scott Pilgrim. Ele nos convida a descobrir quais são as consequências que chegam na nossa vida quando “tudo dá certo”, para que entendamos que nem sempre essa é mesmo a melhor das opções.

9. Sapiens

Um dos livros de não ficção mais lidos dos últimos tempos, Sapiens, de Yuval Noah Harari, também ganhou, recentemente, sua versão em quadrinhos. Como o próprio subtítulo já entrega, a obra traz uma breve história da humanidade que explica o que possibilitou que o homo sapiens imperasse e passasse a subjugar todas as outras espécies do planeta. 

Nos quadrinhos, o livro de Yuval será dividido em 4 volumes, e o primeiro retrata o nascimento da humanidade, nos convidando a passear pelo nosso lado mais selvagem. 

10. O sol é para todos

E tem livro clássico sendo adaptado para os quadrinhos também? Tem sim senhor! O sol é para todos, famosa obra da escritora Harper Lee, se passa na década de 30, no sul dos Estados Unidos, e coloca luz sobre o mar de violência e preconceito racial que existe na região. 

Quem narra a história, no entanto, é a menininha Scout, filha de um advogado que coloca sua vida e a de sua família sob os holofotes para defender um homem negro da acusação de um crime horrível. 

A trama, que fala sobre raça e classe, inocência e perdão, empatia, justiça, hipocrisia e heroísmo, ganhou, recentemente, sua versão em quadrinhos e promete seguir marcando mais inúmeras gerações de leitores ao redor do mundo.

As opções de livros em quadrinhos estão tão vastas como as da literatura em si, basta procurar o que mais te agrada e topar se aventurar nesse formato um pouco menos tradicional e recheado de arte! 

Atualizado em 2021-05-07 / Links afiliados (Affiliate links) / Imagens de Amazon Product Advertising API

Analu Bussular

Analu Bussular

Jornalista e produtora de conteúdo, nunca se cansa de falar de livros na internet e está sempre ouvindo Taylor Swift. Nas horas vagas é sommelier de batatas fritas.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top