skip to Main Content
Mão De Artista Procurando Um Lápis

Passo a passo: como aprender a desenhar

Diferentemente do que se acreditava até algum tempo atrás, conquistar um traço bonito, pintar um quadro e até se tornar um artista (mesmo que só por hobby) não são conquistas exclusivas de pessoas que nasceram com um dom quase divino. 

É possível, sim, aprender a fazer desenhos em qualquer idade e eles realmente podem ficar muito bons com estudo, prática e dedicação. Continue no texto para descobrir como aprender a desenhar, conhecer artistas incríveis, checar itens básicos para iniciantes e, enfim, tirar a vontade de virar um ilustrador do papel!

Como aprender a desenhar?

Ok, você quer aprender a desenhar e decidiu que essa é uma boa hora para começar. A primeira coisa que você deve fazer agora é entender e tentar definir qual estilo te agrada.  

Mais do que esperar um sinal e a certeza de que determinado traçado ou técnica de pintura são os perfeitos para você, é fundamental ter uma boa cartela de referências, descobrir o que visualmente te agrada e tentar reproduzir algumas obras seguindo aquele estilo para checar o que funciona ou não para você.

Por isso, treine! Faça uma lista com seus artistas favoritos e use os desenhos deles como referência. E, durante a evolução das gravuras, tente perceber qual desses processos mais te agrada, qual resultado final você mais gostou e, especialmente, qual deles te deu mais prazer na hora da execução.

pintora treinando e estudando
Para entender qual é o seu estilo de traçado ou pintura, você deve treinar e testar técnicas diferentes.

É importante destacar que encontrar o seu estilo pode demorar e, muitas vezes, não ser definitivo. É bastante comum que artistas renomados relatem uma mudança no traço ao longo do tempo ou mesmo a vontade de testar técnicas diferentes. Por isso, respeite seu tempo!

Treinar diversas formas de desenho e pintura é, também, se permitir mudar caso e quando necessário, ampliando as possibilidades e descobrindo novas maneiras de se expressar através da arte. 

Buscando inspirações

Exatamente para te ajudar nesse processo de descoberta e até para amplificar a sua gama de possibilidades, conhecer e seguir artistas diferentes é um passo fundamental. 

Pensando nisso, separamos uma lista de ilustradoras que compartilham suas obras no Instagram e que, exatamente por isso, podem trazer novas referências e ideias de forma fácil e acessível. 

Jimena Reno

Jimena é uma artista espanhola que vive nos EUA. Seu foco está em técnicas de guache, aquarela e, especialmente, pintura a óleo.

Fran Meneses

Fran é uma ilustradora chilena que também vive nos EUA. O foco de seu trabalho está na criação de tirinhas com cenas do cotidiano, adesivos divertidos e até pinturas em camisetas (todas compradas em brechós!).

Janaína Esmeraldo

Janaína nasceu em Fortaleza, mas vive em Recife, cidade que até virou tema de um de seus quadrinhos. Segundo a própria artista, seu foco está em HQs autobiográficas “com minhas aventuras da vida real, sobre comida, pessoas, cidades e coisas inusitadas”.

Pri Barbosa

Mais uma brasileira, Pri é paulistana e, segundo ela mesma, “desenvolve um trabalho que investiga a iconografia da mulher revolucionária contemporânea com foco na América Latina”. Seus retratos já ilustraram livros, revistas, bandeiras, camisetas e até mesmo medianeras pela cidade de São Paulo.

Outra opção para ampliar a sua gama de possibilidades na pintura é entrar em contato com a obra de artistas clássicos. Frida Kahlo, Pablo Picasso, Tarsila do Amaral, Vincent Van Gogh e Salvador Dali são alguns dos nomes mais comuns quando falamos na história da arte, mas vá além!

Por isso, estude períodos e estilos, encontre novos nomes e estilos, faça visitas guiadas em museus! Conhecer artistas além do cânone é, também, uma forma de entender que existem diversas maneiras de expressar a sua arte e, especialmente, muitos mundos e realidades esperando para serem descobertos.

Dica extra: nome importante, mas não tão conhecido do surrealismo, Remedios Varo foi uma artista espanhola exilada no México. Você pode conhecer mais de suas obras pelo site oficial ou no Instagram.

Coloque a mão na massa!

Agora que você já tem uma gama de artistas para se inspirar e já treinou algumas técnicas diferentes, chegou a hora de colocar a mão na massa! Para isso, você provavelmente vai precisar investir (tempo e/ou dinheiro) em cursos e em materiais de desenho.

Cursos

Para quem está disposto a pagar, vale a pena conferir as mais diversas opções de cursos disponíveis na Domestika, que conta com aulas de desenho anatômico, mangá, retrato digital, aquarela e outros. 


Mas, caso você ainda não queira ou possa fazer esse investimento, é possível encontrar vídeos no YouTube que ensinam o passo a passo das mais variadas técnicas. A playlist Desenho para iniciantes, da ilustradora e quadrinista Mariana Cagnin, por exemplo, é uma ótima opção para melhorar o traçado de rostos humanos.

mulher gravando aula de desenho
Quer saber como aprender a desenhar? Aproveite as múltiplas opções de cursos pagos e gratuitos disponíveis na internet!

Materiais

Antes de sair comprando tudo o que você vê pela frente, é importante entender quais materiais são realmente necessários para o seu treino e desenvolvimento enquanto pintor, ilustrador e artista. Por isso, é imprescindível definir a técnica e estilo que serão o seu foco. Eles te ajudarão a descobrir o que é de fato indispensável nesse primeiro momento. 

Tendo isso em mente, confira agora 7 itens variados e de qualidade que podem ser bons investimentos para artistas iniciantes:

1. Anatomia artística, de Michel Lauricella

Para aquelas e aqueles que escolheram um estilo mais realista, com retratos humanos nas mais diversas posições, vale investir nesta obra que ajuda a compreender a estrutura do corpo humano.

Desconto
Anatomia Artisitca
  • Lauricella, Michel (Author)
  • 320 Pages - 07/12/2021 (Publication Date) - Olhares (Publisher)

2. Ecolápis 100 cores, Faber-Castell

Item básico para praticamente qualquer ilustrador, este kit conta com 100 opções de cores, incluindo tons pastel e neon. Possui mina supermacia, ótima cobertura e qualidade profissional, facilitando o aprendizado mesmo de quem ainda não tem muita experiência com desenho e pintura.

Lápis de Cor, Faber-Castell, EcoLápis Supersoft, 1207100SOFT, 100 Cores
  • Estojo com design exclusivo e funcional
  • Número da cor no lápis
  • 6 cores pastel+ 6 cores neon

3. Kit de lápis preto, Stabilo

Outro item básico para qualquer desenhista, este kit possui 12 graduações diferentes, que possibilitam traçados diversos, além de esboços e desenhos sombreados e esfumados. 

4. Kit com 40 marcadores, Aibecy

Marcadores são ótimas opções para colorir ilustrações com traços mais grossos e para produzir as suas próprias tirinhas. Isso porque este produto tem extremidade dupla, possibilitando linhas finas e grossas.  

Aibecy Marcadores de 40 cores Caneta de marcação de ponta dupla Esboço Escrita Pintura Marcador sublinhado Artista desenhando Marcadores de arte de duas pontas com bolsa de armazenamento com zíper
  • ✿ [Alta qualidade] Os marcadores altamente pigmentados e vibrantes são feitos para durar sem se preocupar com manchas.
  • ✿ [Double-Ended] Permite que você escreva em linhas finas e grossas, proporcionando grande versatilidade.
  • ✿ [Bolsa de armazenamento] Equipada com uma bela maleta de transporte preta perfeita para viajar e armazenar.

5. Bloco técnico A3, Canson

Folhas com gramatura 90 g/m², um pouco mais grossas do que a sulfite comum, são a opção perfeita para iniciantes que não ainda não querem gastar um valor muito alto em papel. 

Bloco Técnico A3 90g/m², Canson, 66667034, Layout, 50 Folhas
  • Gramatura: 90g/m²
  • Atóxico
  • Atóxico: tratado contra fungos e bactérias

6. Bloco espiralado Montval, Canson

Já para quem decidiu se arriscar na aquarela, a melhor opção é a de gramatura 300 g/m², que possibilita a pintura sem que o material enrugue por causa da água. 

Desconto
Bloco Espiralado Textura Fina 13,5x21cm 300g/m², Canson, 60807156, Montval, 12 Folhas
  • Gramatura: 300g/m²
  • Brancura: natural, sem alvejante ótico.
  • Ph: neutro, ou seja, igual a 7, para evitar o amarelamento.

7. Aquarela em pastilha, Koi

Estojo com 12 cores de aquarela, que podem ser misturadas formando novas tonalidades. Este produto já vem acompanhado de pincel com 4 ml de reservatório de água e pode ser usado como paleta, o que evita a compra de um godê. 

Aquarela em Pastilha KOI Sakura 12 Cores
  • Contém pincel
  • Pincel com 4 ml de reservorio
  • O estojo serve como paleta

Pronto! Agora é só tirar a vontade de aprender a desenhar do papel e treinar bastante. Confira também a lista abaixo para conhecer outros hobbies que você pode incorporar na sua rotina:

Atualizado em 2021-11-22 / Links afiliados (Affiliate links) / Imagens de Amazon Product Advertising API

Vanessa Pessoa

Escritora de gaveta, pseudopesquisadora e uma produtora de conteúdo inconstante. É daquelas librianas que dá check em quase todos os clichês do signo nos memes do Instagram, lê teoria política por hobby, ama terror psicológico e consegue passar finais de semana inteiros jogando Terraforming Mars.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top