skip to Main Content
Skate Infantil

Skate infantil: para aproveitar a inspiração das Olimpíadas

Os jogos Olímpicos de Tóquio 2020 que, por conta da pandemia de Covid-19, aconteceram em julho de 2021, incluíram algumas novas modalidades, dentre elas uma que deixou os brasileiros em polvorosa: o skate! 

Marginalizado por muitos anos, o esporte nos trouxe três celebradíssimas medalhas de prata e uma nova ídola nacional: Rayssa Leal, de apenas 13 anos, a fadinha do skate. Com ela, duas importantes mensagens: a de que meninas podem praticar o esporte que quiserem e a de que as crianças são muito bem-vindas neste universo. Pensando nisso, vamos falar um pouco sobre o assunto e trazer algumas indicações de modelos de skate infantil disponíveis na Amazon para que você possa conferir.

Skate: uma rápida história

No final dos anos 1950, na Califórnia, em um período de baixa de ondas, os surfistas começaram a tentar imitar as manobras no chão, utilizando pranchas de madeira com eixo e rodas. Não muito depois disso, em 1959, foi fabricado o primeiro skate oficial.

Chamado inicialmente de “surf de calçada”, o novo esporte logo se popularizou pelos Estados Unidos e, ainda na década de 60, chegou ao Brasil por meio de crianças que viajavam para o exterior e traziam a novidade. O primeiro campeonato de skate do mundo aconteceu em 1963, na Califórnia, pouco depois do esporte ter ganhado seu próprio nome.

Por aqui, ele começou a se popularizar mesmo na década de 1970 e a primeira pista de skate da América Latina foi inaugurada em 1976, em Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro — mas a década de 80 trouxe um grande revés para o esporte e seus praticantes. Com os olhares mais voltados para os recém-chegados patins, o investimento na produção de skates caiu, algumas empresas faliram e ele passou a ser marginalizado.

O auge do problema aconteceu em 1988, quando Jânio Quadros, então prefeito de São Paulo, proibiu a prática na cidade, associando-a com “jovens vagabundos” e marginalidade. Ao final da década, no entanto, a nova prefeita (Luiza Erundina) revogou a medida e a indústria voltou a crescer, começando a chamar atenção, inclusive, dos meios de comunicação.

Na década de 1990 começaram a surgir os primeiros ídolos do skate e, no início dos anos 2000, foi criada, finalmente, a Confederação Brasileira de Skate (CBSk). Com isso, novas pistas começaram a ser construídas pelo país, facilitando o contato de inúmeros jovens com o esporte. 

2021 marca o momento em que o Skate estreia como esporte Olímpico, chamando ainda mais a atenção do mundo inteiro e mostrando o quanto os brasileiros estão com tudo nas pistas. A participação olímpica de nomes como Kevin Hoefler, Letícia Bufoni, Pâmela Rosa e, é claro, Rayssa Leal, têm força o suficiente para inspirar toda uma nova geração. 

Rayssa Leal e sua medalha de prata | Imagem: Divulgação/CBSk.

Benefícios da prática esportiva na infância

Praticar atividade física é muito importante para manter a saúde do corpo e da mente em dia. Na infância, isso vem com um peso ainda maior, já que as crianças precisam de estímulos para se desenvolver e o esporte é um prato cheio de aprendizados emocionais, cognitivos e, é claro, motores. 

Praticar exercícios de forma leve e lúdica convida a criança a explorar os movimentos do corpo, entender a importância de treinar para vencer desafios e aprimorar habilidades de psicomotricidade, relacionamento entre os pares e, até mesmo, competição saudável. A concentração e o desempenho escolar também tendem a aumentar quando a prática física está em dia, já que corpo e mente precisam trabalhar em conjunto.

O skate é um exercício divertido e versátil que pode ser praticado em quase qualquer lugar e que depende apenas da criança, de um instrumento bastante leve (o próprio skate) e, é claro, dos equipamentos de segurança, o que o torna facinho de ser carregado de um lugar para o outro e até mesmo em viagens. 

Confira alguns modelos de skate infantil

Se você se animou com a ideia de presentear as crianças com um skate e inseri-las neste universo mas não sabe por onde começar, não se preocupe que listamos alguns modelos com diferentes propostas e preços.

Skate infantil de plástico – Merco Toys

O skate infantil da Merco Toys é uma ótima pedida para crianças menores por ser mais simples, leve e não atingir grandes velocidades. Recomendado para crianças acima de 3 anos, ele pesa apenas 740g e pode ser um excelente brinquedo para treino de habilidades motoras. 

Seu design é simples, baseado em cores lisas tanto na prancha quanto nas rodinhas, mas colorido o suficiente para chamar a atenção das crianças!

Skate Cruiser dos Minions – RicBrinc

Os personagens favoritos da criança são ótimos estímulos para que ela tenha mais vontade de praticar o esporte e, por isso, o skate infantil da RicBrinc pode ser a pedida ideal para os pequenos apaixonados pelos Minions, as simpáticas criaturinhas amarelas da série de filmes “Meu Malvado Favorito”. 

Este skate já é um pouco maior que o anterior, indicado para crianças um pouco mais velhas e pesa 3 quilos. É feito em alumínio e, suas rodas, em PVC.

Skate infantil Desde Sempre Little Boy + capacete – Cisco

O skate da marca Cisco já vem com um importantíssimo item de segurança: o capacete! Ideal para crianças na faixa etária dos 7 anos, o modelo pesa cerca de 2 quilos e possui prancha em alumínio e rodas em poliuretano.

Skate infantil completo Júnior – DM Toys

O Skate infantil completo Júnior da marca DM Toys é de madeira e plástico com rodas em PVC e é recomendado para crianças acima de 6 anos, suportando até 40 quilos. As ilustrações das pranchas chamam a atenção dos “mais radicais”, por seus apelos estéticos em estilo de grafite — no entanto, elas são enviadas aleatoriamente e não é possível escolher na hora da compra.

Skate infantil faça você mesmo – Xinzhi

Esse é para quem quer reunir explorações físicas e artísticas em um só brinquedo! O skate da marca Xinzhi é de madeira lisa, para que a criança pinte e deixe ele com a carinha que preferir — uma ótima atividade para se fazer em família e criar familiaridade com o objeto ainda antes de levá-lo para praticar manobras.

Indicado para crianças acima dos 4 anos de idade, ele aguenta até 75 quilos e possui rodas de poliuretano e sistema de amortecimento na prancha. 

Equipamentos de proteção

Por conta do risco de queda, é importante lembrar que a criança só deve brincar com o skate sob a supervisão de um adulto e, ainda assim, contar com equipamentos de segurança que evitem machucados mais sérios. O capacete é fundamental, e as joelheiras e cotoveleiras também são muito recomendadas. 

Kit de proteção infantil monster

Pode ser difícil convencer uma criança da necessidade dos equipamentos de proteção, então o ideal é que eles também sejam convidativos por meio da estética! O kit de proteção monster vem com capacete, joelheiras, cotoveleiras e luvas e se adequa a crianças de 3 a 12 anos. 

Acompanhado desses itens (e dos monstrinhos, é claro!), a criança estará mais segura e livre para se divertir nas manobras radicais.

Kit de proteção infantil

Para quem prefere um design mais minimalista sem deixar de ser estiloso, a marca Atrio, mesma do kit anterior, também oferece essa opção, que conta com os mesmos itens e atende à mesma faixa etária.

Agora que você já conferiu um pouco sobre o skate e essas dicas de produtos para iniciar sua criança no mundo deste esporte tão versátil e divertido, continue acompanhando nossas opiniões certificadas sobre esportes!

Atualizado em 2021-09-26 / Links afiliados (Affiliate links) / Imagens de Amazon Product Advertising API

Analu Bussular

Jornalista e produtora de conteúdo, nunca se cansa de falar de livros na internet e está sempre ouvindo Taylor Swift. Nas horas vagas é sommelier de batatas fritas.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top