skip to Main Content
Estante De Loja Com Livros Que Todos Devem Ler à Mostra.

15 livros que todos devem ler pelo menos uma vez na vida

Foi Ferreira Gullar quem disse, certa vez, que “a arte existe porque a vida não basta”. Durante os anos, conhecemos inúmeras obras, cada uma de um lugar do mundo. No meio de tanto para ser conhecido, existem alguns livros que todos devem ler.

Esses títulos merecem ser listados por terem conquistado, na história, um marco. A habilidade em criar cenários, construir críticas, dar vida à imaginação, denunciar comportamentos e entreter, cada um ao seu modo, são os pontos que tornam esses livros exemplos artísticos.

Entre histórias de amor, contos infantis e estudos sociais, colocar essas obras na lista vai fazer você compreender porque são tão importantes. Escolha as que mais te interessam entre estas 15 opções e se divirta!

1. Moby Dick

Escrito em 1851, Moby Dick é uma obra que se consolidou nos estudos da literatura e envolve leitores há anos ao narrar as aventuras do capitão Ahab em sua busca por vingança contra o animal que amputou sua perna – uma baleia.

O que poderia ser uma aventura de pirata, no entanto, se torna emblemática graças às alusões à Bíblia, à crítica ao imperialismo estadunidense, às inspirações shakespearianas, à presença de referências homoafetivas, entre tantos outros temas.

O título já foi adaptado para diferentes gêneros, como o cinema, o teatro, o quadrinho e a música, o que reforça o peso artístico presente durante a narrativa. Leitores e fãs do trabalho do escritor – Herman Melville – dizem que o livro precisa ser lido com uma devoção especial. É, sem dúvidas, um daqueles exemplares que todos devem ler.

Título: Moby Dick
Autor: Herman Melville
Editora: Editora 34
Páginas: 648
Classificação no Skoob: 4,4/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

2. Alice no País das Maravilhas

Há quem diga que Alice no País das Maravilhas é um livro infanto-juvenil e só. No entanto, isso não é verdade. Escrito por Lewis Carroll, a obra é repleta de significação, de magia e de aventuras.

Tudo começa quando Alice vê um coelho passando por ela às pressas e, ao decidir segui-lo, acaba caindo por um buraco em um mundo completamente diferente do que vive. 

Repleto de magia e de fantasia, a obra também fala sobre infância, amizade, crescimento e descobrimento de si. O jogo de linguagem presente no livro é extremamente rico e envolvente, fato que consolida a história além do tempo de forma que ela já foi adaptada para o cinema, para o teatro e muito mais.

Ao final, o maior ensinamento de Alice é que os convites estão abertos. Por mais que, às vezes, seja necessário perseguir alguns coelhos.

Título: Alice no País das Maravilhas
Autor: Lewis Carroll
Editora: Dark Side
Páginas: 224
Classificação no Skoob: 4,1/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

3. O morro dos ventos uivantes

Para quem é apaixonado por histórias de amor, O morro dos ventos uivantes é um daqueles títulos obrigatórios na estante. Escrito em 1847, é um livro antigo e que encanta e comove gerações por anos. 

A trama central é simples, retratando um triângulo amoroso que se desdobra da infância das personagens à vida adulta, sempre contado pelos olhos de uma das criadas que vive na casa dos protagonistas.

O que torna a obra um espetáculo capaz de conquistar fãs ao redor do mundo todo é a atenção e o capricho com que a escritora, Emily Brontë, narra os cenários e as personagens. A riqueza de detalhes do espaço e a profundidade sentimental de cada uma delas é explorada com maestria, revelando relações marcadas por emoções vivas e íntimas.

Infelizmente, o Morro dos ventos uivantes é a única obra publicada pela escritora. Por outro lado, é impressionante como o título foi o que Brontë precisou para conquistar um holofote merecido na literatura inglesa.

Título: O morro dos ventos uivantes
Autora: Emily Brontë
Editora: Principis
Páginas: 368
Classificação no Skoob: 4,1/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

4. A hora da estrela

A hora da estrela é, sem dúvidas, um dos maiores romances da escritora moderna Clarice Lispector. Na hora, somos apresentados a Macabéa, uma mulher simples e sem muitas oportunidades chegada no Rio de Janeiro diretamente do Nordeste.

Durante a narrativa, Macabéa se envolve com Olímpico e logo é abandonada por ele, que começa a namorar a colega de trabalho da protagonista porque não vê chances de ascensão social em seu primeiro relacionamento.

O livro é marcado por um embate cultural, por escancarar machismos e por revelar de forma íntima os pensamentos e os medos de uma mulher cruzada, o tempo todo, por uma realidade diferente e em transformação.

A narrativa de Clarice é, sempre, um escândalo positivo. A forma de trabalhar a linguagem, as quebras de texto e o traço moderno por trás de A hora da estrela são fundamentais para construir uma história forte, atemporal e envolvente. O leitor, a todo momento, sente mais afeto pela protagonista.

É um livro curto e repleto de significação, que conquista fãs e movimenta inúmeros estudos ainda hoje.

Título: A hora da estrela
Autora: Clarice Lispector
Editora: Rocco
Páginas: 224
Classificação no Skoob: 4,0/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

5. Admirável mundo novo

Redigido por Aldous Huxley em 1932, Admirável mundo novo é uma distopia recente e moderna, que contém uma análise social extremamente interessante.

A história central acontece em Londres, no ano de 2540, e descreve o retorno de Linda, agora acompanha por seu filho, John, para uma sociedade a qual ele nunca fez parte. 

Durante a narrativa, conhecemos uma estrutura de vida completamente diferente, em que dar à luz é considerado um ato obsceno, ter uma religião é ignorância e lidar com sentimentos negativos é ser deslocado.

Esse cenário recebe John, que cresceu entre os Selvagens – um povo que não partilha das crenças dominantes – e passa a se espantar cada vez mais com as características diferentes do protagonista.

Além de uma distopia, Admirável mundo novo é um lembrete de cuidado em relação a futuros nocivos que não podemos criar. Os estudos sociais de Huxley se mostram ainda mais aparentes quando, conforme a obra se desenrola, nomes como Marx, Freud e Ford são citados. É um livro envolvente e crítico, que vai deixar apaixonados por ficção sem dormir até finalizar a leitura.

Título: Admirável mundo novo
Autor: Aldous Huxley
Editora: Biblioteca Azul
Páginas: 312
Classificação no Skoob: 4,4/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

6. Romeu e Julieta

William Shakespeare é um dos maiores dramaturgos do mundo, escrevendo obras de renome mundial como Macbeth e Hamlet. Em Romeu e Julieta, o leitor é apresentado a uma das histórias de amor mais marcantes da literatura, que serve, ainda hoje, como inspiração e referência para novas publicações.

Na peça de teatro – gênero idealizado em primeiro momento para a história –, os filhos de duas famílias rivais se apaixonam proibida e imensamente. Durante os atos, somos apresentados a personagens que apoiam o romance entre os dois e a outros que fortalecem a separação de Romeu e Julieta por conta das brigas.

Por ser um drama, a organização do livro pode causar certo estranhamento, já que descreve cenas e atos. No entanto, rapidamente o leitor se esquece disso e é envolvido pela paixão existente entre o casal.

Romeu e Julieta já foi adaptado para o cinema inúmeras vezes, inclusive em versões modernas da história. Para leitores que querem explorar o universo literário ao máximo, é uma obra obrigatória.

Título: Romeu e Julieta
Autor: William Shakespeare
Editora: Penguin
Páginas: 248
Classificação no Skoob: 4,0/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

7. Fahrenheit 451

Em um mundo em que livros são proibidos, o trabalho de Montag, protagonista dessa obra, é queimá-los um a um. A tecnologia e as telas são as responsáveis por instruir, informar e guiar a vida das pessoas. 

Determinado dia, um acontecimento coloca Montag em outra posição, de forma que sua pacata vida precisa, de repente, ser remodelada.

Além de uma distopia, Fahrenheit 451 é um aviso, uma sirene. Fala sobre perigos futuros e sobre a importância da leitura e da educação. É, acima de tudo, um livro político sobre um cenário possível.

É, também, um estudo social sobre sistemas opressores e transformações que acontecem ainda hoje no mundo. O escritor do livro – Ray Bradbury – conquistou seu espaço nos livros que todos devem ler com uma obra emocionante e que te prende na leitura do começo ao fim.

Título: Fahrenheit 451
Autor: Ray Bradbury
Editora: Biblioteca Azul
Páginas: 216
Classificação no Skoob: 4,2/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

8. Mrs. Dalloway

Virginia Woolf é uma escritora consagrada na literatura mundial com vários títulos publicados. Dentre eles, Mrs. Dalloway é uma das grandes obras-primas.

No livro, acompanhamos a personagem que dá nome à obra em um passeio por Londres para comprar flores e decorar sua festa. Ao mesmo tempo, um ex-combatente toma as ruas da cidade para um passeio diário.

No decorrer da trama, vemos Virginia em sua melhor forma: profunda, íntima e delicada. As personagens são preenchidas por pessoalidade, repletas de sonhos, felicidades, paixões, tristezas e angústias.

Mrs. Dalloway é uma obra sobre o que resta após a guerra, sobre fantasmas e sobre relacionamentos pessoais. É, sem dúvidas, uma obra fundamental para compreender a individualidade.

Título: Mrs. Dalloway
Autora: Virginia Woolf
Editora: Antofágica
Páginas: 400
Classificação no Skoob: 4,1/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

9. O apanhador no campo de centeio

O apanhador no campo de centeio é, acima de tudo, um livro sobre juventude. O leitor conhece Holden, um adolescente que, mais uma vez, foi expulso da escola.

Antes de voltar para casa, no entanto, Holden decide passar alguns dias em Nova Iorque. A viagem é marcada por encontros, brigas, pensamentos íntimos e epifanias. Ao final, O apanhador no campo de centeio é uma obra intimista, sobre como nossa cabeça funciona e sobre a necessidade social de se encaixar em padrões.

É um convite para dar voz aos dilemas que percorrem nossa existência de uma forma, por vezes, honesta em demasia. Acima de tudo, é um dos maiores títulos da literatura.

Título: O apanhador no campo de centeio
Autor: J. D. Salinger
Editora: Todavia
Páginas: 256
Classificação no Skoob: 4,0/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

10. O amor nos tempos do cólera

Para apaixonados por romances, O amor nos tempos do cólera é um dos livros que todos devem ler fundamentais para se ter na estante. Escrito pelo vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, Gabriel García Márquez, é uma obra densa e bastante descritivista.

Baseada em experiências pessoais do autor, O amor nos tempos do cólera narra a paixão de Florentino por Fermina. É composto de cartas românticas que homenageiam diferentes formas de amor, como o adolescente, o intenso, o romântico e vários outros.

Acima de tudo, é um livro que destaca as fases de uma paixão. Os pontos positivos e os negativos se mesclam para expor a realidade e as nuances do que exatamente é o amor.

Título: O amor nos tempos do cólera
Autor: Gabriel García Márquez
Editora: Record
Páginas: 432
Classificação no Skoob: 4,5/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

11. O grande Gatsby

Narrado pelo vizinho do protagonista, O grande Gatsby é um romance do fim do século XX, importante para a literatura inglesa e até hoje apreciado por milhões de pessoas. 

Acompanhando a vida do milionário Jay Gatsby, o livro escancara as paixões, as intrigas, os conflitos e o teto de vidro da alta sociedade americana da época. É denso e crítico, deixando uma marca memorável para toda a literatura.

Título: O grande Gatsby
Autor: F. Scott Fitzgerald
Editora: Geração Editorial
Páginas: 204
Classificação no Skoob: 4,1/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

12. A metamorfose

Escrito por Kafka, A metamorfose é uma novela – ou seja, um livro curto e que pode ser lido em dois dias ou menos. 

Durante as páginas, o leitor é apresentado a Gregor e sua família após um episódio incomum: o protagonista acorda, determinado dia, transformado em uma barata. A premissa de abertura dá margem a uma narrativa profunda, marcada pelo estranhamento e desconforto.

No plano de fundo, críticas ao sistema, ao trabalho e à natureza humana são feitas. A metamorfose se revela, portanto, como uma obra curta e profunda, tornando Kafka um escritor genial e consagrado.

Título: A metamorfose
Autor: Franz Kafka
Editora: Antofágica
Páginas: 232
Classificação no Skoob: 4,1/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

13. A revolução dos bichos

Uma obra para quem gosta de discussões sobre política e comportamento, A revolução dos bichos é uma crítica clássica e atemporal a regimes militares e políticos ditadores. Nessa obra, George Orwell (pseudônimo de Eric Arthur Blair) escreve uma fábula moderna e que extrapola o limite de ensinamentos e morais. 

Em uma fazenda, certo dia os porcos decidem fazer uma revolução e proclamar a independência, expulsando todos os humanos que os comandavam. Com o passar da história, mudanças de comportamento começam a acontecer e uma filosofia simples e direta sobre relações de poder é instaurada.

A revolução dos bichos é uma obra importantíssima para que o leitor reflita sobre cenários políticos. É, ainda hoje, apreciada por milhares de fãs ao redor do mundo.

Título: A revolução dos bichos
Autor: George Orwell
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 152
Classificação no Skoob: 4,5/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

14. O Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe é um livro de caráter mundial, traduzido para inúmeros idiomas e apreciado por leitores de todas as idades ao redor do mundo.

A narrativa gira em torno da amizade entre um aviador e um garotinho, que se encontram no deserto após um acidente com a máquina do piloto. Conforme conhecem um ao outro, o Pequeno Príncipe abre sua vida para um adulto, contando suas aventuras, decepções e paixões.

É uma obra tocante, poética e que tira lágrimas com facilidade dos que se deixam envolver. Acima de tudo, O Pequeno Príncipe é um livro para a vida, com lições para todas as idades.

Título: O Pequeno Príncipe
Autor: Antoine Saint-Exupéry
Editora: Geração Editorial
Páginas: 160
Classificação no Skoob: 4,5/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

15. O sol é para todos

Ambientado no Sul dos Estados Unidos durante 1930, O sol é para todos é uma obra densa, crítica e necessária na vida de qualquer leitor que queira de fato ser transformado por um livro.

Narrado pela filha de um advogado, o livro acompanha os desdobramentos da defesa de um homem negro acusado injustamente por crimes terríveis. É repleto de denúncias, críticas e chamadas de atenção para temáticas como o racismo e a diferenciação social.

Ao mesmo tempo em que é forte e denso, porém, O sol é para todos é narrado pela perspectiva infantil e cheia de esperança de uma garotinha que não entende ainda exatamente porque o mundo é como é.

No decorrer da narrativa, nos envolvemos com a vida de Scout e entendemos seus pensamentos, acreditando em dias melhores mesmo que, após tanto tempo, estejamos ainda discutindo pautas parecidas com a do livro.

Título: O sol é para todos
Autora: Harper Lee
Editora: José Olympio
Páginas: 350
Classificação no Skoob: 4,6/5 
Adicione ao Skoob

Imagem: Amazon/Reprodução

Independentemente do que você mais gosta de consumir, existem livros que todos devem ler pelo menos uma vez na vida para experienciar a mudança de pensamento que eles causam. 

Se você gostou deste post e dessas dicas, então confira nossa seleção sobre livros com capa bonita, clicando no botão abaixo!

victor matheus

pesquisador de literatura com ênfase em arte moderna e contemporânea. usa da língua e da linguagem para entender os seus desdobramentos na sociedade. sonha em ser amigo do adorno, mas nasceu tarde demais.

Este artigo tem 15 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top