skip to Main Content
Pessoa Utilizando Uma Mesa Digitalizadora Com Um IMac.

Melhores mesas digitalizadoras para iniciantes

Designers, ilustradores e arquitetos lidam com edições gráficas e ilustrações que são muito facilitadas ao utilizar mesas digitalizadoras, permitindo maior liberdade de movimento e precisão. Independentemente do nível de conhecimento e habilidade, existe uma boa opção para você. 

Separamos as melhores mesas digitalizadoras para iniciantes, para te ajudar a fazer o melhor investimento. Continue a leitura para conhecê-las!

1. Wacom One CTL472

A melhor opção para iniciantes.

Área ativa: 152,0 x 95,0 mm | Tipo de caneta: Caneta digital sensível à pressão, sem fio nem pilhas | Resolução: 2540 LPI | Níveis de pressão da caneta: 2048 | Multitoque: não

Setup fácil

Opção acessível para iniciantes

Pontas de caneta adicionais inclusas

Diferentes pontas podem ser adquiridas

Utiliza padrão USB-A, que está caindo em desuso

Sem botões físicos

Wacom One CTL472.
Imagem: Amazon/Reprodução.

Atualmente, a melhor mesa digitalizadora para iniciantes é a Wacom One. Com um setup fácil, sua configuração é intuitiva e simples, além de contar com um dos preços mais acessíveis da categoria. 

Com uma área próxima de um papel de desenho e uma textura confortável, ela é especialmente proveitosa para quem está migrando da arte analógica para a digital. Porém, a falta de botões físicos e a ausência de função multitoque a limita, então, provavelmente terá que ser trocada por uma opção mais robusta quando o usuário quiser avançar.

2. Huion Inspiroy H640P

Opção intermediária e com preço acessível.

Área ativa: 160 x 100 mm | Tipo de caneta: PW100, sem bateria | Resolução: 5080 LPI | Níveis de pressão da caneta: 8192

Botões programáveis

Design ultrafino e levíssimo

Resposta fluida

Compatível com Windows, Mac e Android

Qualidade da caneta poderia ser melhor

Sem função de apagar na caneta

Posição do fio incômoda para canhotos

Huion Inspiroy H640P.
Imagem: Amazon/Reprodução.

Mesmo sendo uma marca ainda não muito famosa no Brasil, a Huion faz ótimas mesas digitalizadoras, e esse modelo é uma boa prova. A mesa possui seis botões totalmente programáveis, podendo configurá-los para acessar funções usadas frequentemente, tornando o uso mais rápido. Além disso, seu design é ultrafino e bem leve, permitindo transporte facilitado. 

A caneta não necessita de bateria, o que livra o usuário de ficar na mão com uma caneta sem carga. Porém, ela não possui a melhor pegada nem função de borracha, o que pode incomodar alguns. Além disso, a posição do fio não é das melhores para quem é canhoto.

3. Huion 420

Modelo simples e econômico.

Área ativa: 106 x 64.6 mm | Tipo de caneta: P68 a bateria (pilha AAA) | Resolução: 4000 LPI | Níveis de pressão da caneta: 2048

Uma das opções mais baratas

Design leve

Botões programáveis

Drivers podem dar erro

Caneta grossa

Área ativa pequena

Huoy 420.
Imagem: Amazon/Reprodução.

Para quem quer economizar bastante, a Huion 420 é uma das melhores mesas digitalizadoras para iniciantes, visto que é fácil encontrá-la por menos de R$200. Com um design leve e portátil, sua resolução e resposta é o suficiente para quem está começando a “brincar” com esse tipo de equipamento. 

Ela possui 3 botões programáveis, porém há reclamações de que os drivers disponibilizados pela marca podem dar erro na hora de configurá-los. Sua caneta conta com dois botões programáveis e funciona com pilhas – por um lado, permite mais funções, mas na falta de bateria, pode te deixar na mão. Sua área ativa é pequena, o que diminui o conforto.

4. Wacom CTL4100

Mesa de uso intuitivo com softwares inclusos.

Área ativa: 152 x 95 mm | Tipo de caneta: Sem bateria | Resolução: 2540 LPI | Níveis de pressão da caneta: 4096

Caneta com boa ergonomia

Quatro botões programáveis

Softwares inclusos

Área ativa pequena

Linhas finas são difíceis de desenhar

Ponta da caneta gasta rapidamente

Wacom CTL4100.
Imagem: Amazon/Reprodução.

Para quem quer e pode investir mais um pouco, a Wacom CTL4100 é uma das melhores mesas digitalizadoras para iniciantes. Com botões programáveis e uma caneta que dispensa bateria, ela é perfeita para quem está começando a se aventurar nas artes digitais. 

Outra prova disso é a inclusão dos softwares Corel Painter Essentials 6, Corel Aftershot 3 e CLIP STUDIO PAINT PRO, permitindo que o usuário explore outros programas. 

No lado negativo, sua pequena área ativa pode te deixar na mão, e a precisão de linhas muito finas é questionável. Mesmo assim, é uma sólida opção de mesa! 

Existe também uma versão wireless, que funciona via Bluetooth, chamada de Wacom CTL4100WLE0, para quem prefere a vida sem fios.

As melhores mesas digitalizadoras para iniciantes são aquelas que são econômicas, oferecem funções interessantes para o desenvolvimento de habilidades e que entregam praticidade. Bons rabiscos!

André Macedo

André Macedo

Comunicólogo apaixonado por música, games e tecnologia, está sempre em busca de novidades interessantes e soluções inovadoras.

Este artigo tem 3 comentários

  1. Sou um Quadrinista e Arquiteto . Uso uma mesa XP-Pen Deco 03 : https://www.xp-pen.pt/product/712.html . É uma excelente tablet, não me arrependo da compra.
    Já essa que está disposto a comprar nada sei. Mas se eu fosse comprar outra tablet seria XP-Pen pela qualidade comprovada por seus úsuarios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top